quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Até que o casamento os separe!

_Deixa eu ver se eu compreendi, você vai entrar de férias no período que eu mais trabalho, vai viajar para Fernando de Noronha, um lugar que eu nunca fui e ainda por cima com um amigo do serviço?
_Meu amor, você esqueceu que eu vou deixar as duas crianças com você.
_Ah, verdade, desculpa por ter perdido esse detalhe.
_Então eu vou ok?
_Hum rum, vai. Você vai se fuder, seu fila de uma mãe bem boa. Como assim? Todo ano é isso, nas suas férias você viaja e eu fico aqui com as meninas?
_Para com isso, as férias são minhas, o dinheiro é meu...
_Opa, chegamos exatamente onde sempre tudo termina. Agora você vem falar que o dinheiro é seu. Olha só, eu já conversei com você sobre isso, você não vai para Fernando de Noronha porque já combinamos que vamos viajar no carnaval, me explica pra que viajar duas vezes no mesmo mês.
_Nossa, até o carnaval são 20 dias, como eu posso ficar vinte dias de férias em casa?
_Quem falou que é para você ficar em casa? Moramos a três quadras da orla, você sabe quantas pessoas queriam ter esse privilégio?
_Não começa, vou foi pra Recife, ficou 5 dias lá.
_Fui sim, há dois anos.
_E daí, mas foi e foi ao Rio em julho passado.
_Fui sim, passei 24 horas, literalmente.
_Foda-se, mas você foi e pronto!
_Então é assim? Vai começar a jogar as coisas na minha cara? Seu fila de uma P*. Você meu bem, viajou para Salvador, na casa da titia no carnaval passado e a zé buceta aqui ficou em casa. SOZINHA com as duas crianças. Todo ano é assim?
_É assim sim, eu tenho direito de fazer o que eu quiser nas minhas férias.
_Vai achando, você ficou sozinho em dezembro quando fui a casa dos meus parentes, fiquei uma semana lá com as crianças.
_Foi por que quis.
_Numa boa? Não vou discutir. Boa noite e não apareça na minha cama.

(meia hora depois)

_Meu amor, você está certa, desculpa ter gritado com você.
_É, estou acostumada com seus gritos.
_É, eu sei, o final eu sempre peço desculpas mesmo.
_É.

(vinte minutos depois)

_Mas e aí, você acha que não dá pra ficar nem uma semaninha em Noronha?
_Puta que pariu, vai começar tudo novamente.

10 comentários:

Valéria Martins disse...

Hahaha... É assim mesmo. Me lembro que o primeiro sintoma de que o meu casamento ia acabar foram umas férias de julho em que ele viajou com as crianças para um resort. Insistiu para que eu fosse, mas eu tinha acabado de entrar em um novo emprego e disse "não, sem condição". Na verdade, quando a gente quer, tudo tem jeito. Mas eu não queria.
Ele foi sozinho e eu fiquei experimentando a vida de solteira. Gostei.

Beijos, querida! Apareça sempre!

Thica disse...

Gostei e ficarei!
Coisa de doido mesmo, esse negócio de casamento com filhos (do outro post) não rola pra mim. Já tenho o meu (de outro relacionamento) e não pretendo ser mãe de outros. Agora o momento é só de ser esposa, mulher, amante, só a parte booooUa do casamento.
Filhos dão trabalho demais e são motivos de grandes discussões de casais.

Valéria Martins disse...

Está em cartaz um filme que tem o nome do seu outro blog, já viu? "Uma mãe em apuros". É com a Uma Thurman. Dá uma espiada no jornal.


Beijos!

acoisaehpessoal disse...

Faz sentido, parece que estou vendo acontecer... hehehehe

Gostei do blog, vou voltar!

Abraços!

Andréa Lion disse...

muito muito bom!!

Luciana Onofre disse...

Convite para o Dia sem Carne:

http://sementeperegrina.blogspot.com/2010/03/dia-sin-carne.html


Luciana Onofre

MENEZES disse...

Querida débil!rs Já preparei dois cartões do Bolsa Maluco pra vc! Um em nome de "Cristal - a Louca" e um corporativo em nome de "Transloucadas"! Para que e-mail posso enviar? bjs

Linda Carioca disse...

Cara egoísta, me poupa ! E que raio de casamento é esse, onde a família nunca passa as férias juntas ? Eu hein !Beijos !

Melanie Brown disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Que mala esse cara!!!
O verdadeiro machista... malachista!!!
EU não teria coragem de fazer isso com minha mulher...
Melhor ainda... que filho de uma puta!!!